Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

ABRH-SP começa a operar em Ribeirão Preto

Assim como aconteceu com a Regional Bauru, a Regional Ribeirão Preto da ABRH-SP começa a operar na região, antes mesmo da inauguração oficial. Entre outras atividades, já foram realizadas reuniões semanais para estruturação do grupo, ações de divulgação nos eventos RH Positivo e GEP Brasil 2012, e definição da diretoria que irá compor a seccional.

Depois da apresentação formal à diretoria executiva da ABRH-SP, realizada no último dia 25, os diretores começam a trabalhar para formular estratégias de curto, médio e longo prazo. O evento oficial de lançamento da Regional Ribeirão Preto está previsto para outubro.

Página do Estado 01 de Julho

{module compartilhar}

O esporte como metáfora

Psicóloga e especialista em coaching, Suzy Fleury apresentou na última quinta, na ABRH-SP, como utiliza a metodologia, com base em sua experiência de mais de 20 anos de atuação no mundo empresarial e esportivo, que inclui passagens pelos grandes clubes do país, Comitê Olímpico e Seleção Brasileira de Futebol.

Suzy mostrou os vários pontos em comum entre os esportes e os negócios. “O esporte é a metáfora perfeita para aprendizagens como trabalho em equipe, liderança, motivação, além de ensinar a lidar com resultados positivos ou negativos”, disse.

As empresas são, na verdade, grandes times que buscam resultados e precisam de estratégias para chegar a eles. Nesse sentido, o coaching tem o objetivo final de aumentar a capacidade de produzi-los. “Ao tomarmos consciência de onde estamos e mirar aonde queremos chegar, é hora de estabelecer estratégias para alcançar a meta. As ações que nos levam ao alvo trazem resultados, aprendizados e melhorias contínuas se fizermos ajustes estratégicos durante o percurso.”

Segundo Suzy, com o autoconhecimento, aumentamos a capacidade de enfrentar e resolver situações por meio da análise de alternativas, que, por sua vez, nos levam a escolhas, decisões e à implementação delas, com atitude mental positiva. Diante da dificuldade e da provocação, nos tornamos capazes de buscar a melhor maneira para enfrentá-las.

Página do Estado 01 de Julho

{module compartilhar}

Candidatos à diretoria dizem como pretendem contribuir para a ABRH-SP

Na semana passada, o candidato à presidente da ABRH-SP, no triênio 2013-2015, Almiro dos Reis Neto, falou da composição e das propostas da chapa ColaboRHação, da qual é integrante. Nesta edição, os demais membros da chapa explicam como pretendem contribuir para a ABRH-SP. Veja o que têm a dizer os candidatos Donizetti Tadeu Moretti, Edna Rodrigues Bedani, Guilherme Cavalieri, Lilian Guimarães e Luciana Carvas. Também compõe a chapa João Marcelo Furlan, que integra a gestão atual e vai continuar seu trabalho à frente das Regionais.

“Escolhi Recursos Humanos desde o primeiro momento da minha carreira há 28 anos e, desde então, essa tem sido uma jornada muito alegre, gratificante e de conquistas. Acredito que a área de RH faça a diferença na gestão das empresas, além de ter a responsabilidade de apoiar na transformação da comunidade em que atua e, consequentemente, construir um país melhor para nós e para as gerações futuras. Assim, encontrei na ABRH-SP um veículo para ampliar essa contribuição. Além disso, a possibilidade de colaborar e construir com as pessoas da chapa ColaboRHação será uma experiência muito rica, pois são profissionais experientes, de diferentes origens e, portanto, com muita troca. Estou animada, disposta a fazer acontecer e torcendo pelo sucesso!”

Lilian Guimarães, vice-presidente de RH do Santander

“Integrar a nova diretoria da ABRH-SP será um prazer e adicionará uma importante experiência para mim, pois vou fazer parte da gestão da mais influente associação de Recursos Humanos do Brasil. Participar da vida associativa é um dever que nós, profissionais de RH, temos para com nossa profissão. Através dela conseguimos influenciar o país, as empresas e, consequentemente, a sociedade para um futuro melhor, mais justo e humano.”

Guilherme Cavalieri, diretor de Desenvolvimento Humano da Serasa

“Acredito que poderei contribuir muito com a minha formação na área de Humanas (Psicologia, com mestrado em Administração, pesquisas na área de Pessoas e Organizações, formação em coaching, dentre outras) somada a minha experiência de mais de 20 anos de atuação na área, em empresas de ramos diversos. Minha contribuição reforçará os principais objetivos da ABRH-SP, atuando diretamente com ações que ampliem nossa influência, como associação, entre os profissionais de RH e nos órgãos governamentais e sociais relacionados às leis do trabalho ou afins. Envolverá atuação direta em projetos que promovam o desenvolvimento do profissional de RH e, consequentemente, a evolução da gestão de pessoas nas organizações.”

Edna Rodrigues Bedani, diretora de RH e Responsabilidade Social da Edenred

“Integrar a chapa ColaboRHação é um compromisso com a evolução que a ABRH-SP vem conseguindo através de um trabalho profissional constante e harmônico entre a diretoria executiva, que integro há seis anos, os Conselhos Deliberativo e Fiscal, e o Sistema Nacional ABRH. Reconhecer a presença da Associação no desenvolvimento da minha carreira, proporcionando-me a participação em congressos e debates sobre temas empresariais e uma rede relevante de relacionamentos, estimula-me a retribuir com minha dedicação ao apoio na formação, no desenvolvimento e na aproximação das novas gerações de gestores de pessoas. A ABRH-SP seguirá sendo uma referência nessa área primordial para o êxito da gestão empresarial.”

Donizetti Tadeu Moretti, HR Senior Executive da Eksper Interim Management Group

“A heterogeneidade das experiências reunidas na nossa chapa faz com que ela tenha uma proposição extremamente rica em ideias e poder de ação. Profissionais de diferentes formações, com carreiras consolidadas em diferentes mercados do mundo corporativo e no empreendedorismo, unidos em prol do objetivo de fortalecer a marca ABRH-SP. Da minha parte, penso que posso contribuir principalmente com as ações da ABRH-SP voltadas para a educação e qualificação profissional da nossa comunidade de RH. Considerando ainda a minha experiência trabalhando com programas voltados para a atração de jovens, posso agregar também no trabalho de conquistar uma maior conexão dos jovens com a nossa associação.”

Luciana Côrtes Carvas, diretora corporativa de Recursos Humanos da Hypermarcas

Página do Estado 01 de Julho

{module compartilhar}

Sucesso em Campinas

Por meio de sua Regional Campinas, a ABRH-SP e o Gruca – Grupo Campinas de RH promoveram, no último dia 19, a 18ª edição do Encontro de RH. Mais de 600 profissionais participaram do evento, que teve como tema central Inovação & Gestão de Talentos.

A programação contou com a participação do guru César Souza, do gerente de Marketing Corporativo da 3M, Luiz Eduardo Serafim, e de Ângela Hirata, profissional que conduziu o processo de internacionalização da marca Havaianas, além de executivos e especialistas que discutiram como fomentar a inovação por meio da gestão de talentos.

Página do Estado 24 de Junho

{module compartilhar}

Desemprego em baixa

Outra boa notícia da semana passada, essa relativa ao mercado de trabalho, foi apresentada pela Pesquisa Mensal de Emprego, realizada pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. A taxa de desocupação de maio foi estimada em 5,8%, a mais baixa para o mês desde 2002, quando teve início a série histórica da pesquisa. Em comparação com maio do ano passado (6,4%), recuou 0,6 ponto percentual.

Já a população desocupada (1,4 milhão de pessoas) apresentou estabilidade em relação ao mês anterior e queda de 7,1% antemaio de 2011 (menos 107 mil pessoas nessa condição). A população ocupada (23 milhões) aumentou 1,2% em comparação a abril. No confronto com maio de 2011, ocorreu aumento de 2,5% nessa estimativa (mais 554 mil ocupados).

De acordo com a pesquisa, feita nas regiões metropolitanas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Recife, o rendimento médio real dos ocupados (R$ 1.725,60) não apresentou variação na comparação mensal e aumentou 4,9% ante maio de 2011.

Página do Estado 24 de Junho

{module compartilhar}

Valores da inscrição no congresso mudam no sábado

Associados da ABRH-SP têm até o próximo sábado, dia 30, para aproveitar os preços atuais da inscrição no CONARH ABRH – 38º Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas, que acontece de 13 a 16 de agosto, no Transamerica Expo Center, em São Paulo (SP).

Com 40% descontos expressivos na tabela, os associados pagam R$ 2.643 até sábado (não associados pagam R$ 4.406). A partir dessa data, os valores sobem para R$ 3.172 (associados) e R$ 5.287 (não associados). 

Promovido pela ABRH-Nacional, com a copromoção da ABRH-SP, o CONARH, ABRH deste ano foi concebido a partir do tema central Acelerar para competitividade: O desafio humano.

Saiba mais sobre o CONARH ABRH 2012 no www.conarh.com.br

Para se associar à ABRH-SP, ligue para (11) 5505-0545

Página do Estado 24 de Junho

{module compartilhar}

INDICADORES

  • Boa notícia para a indústria paulista. As micro e pequenas empresas (MPEs) do setor registraram o primeiro desempenho positivo em abril de 2012 na comparação com o mesmo mês de 2011, de acordo com a pesquisa de conjuntura Indicadores Sebrae-SP. Houve crescimento de 6,6% no faturamento. Após sucessivas quedas de faturamento, o setor contribuiu para o desempenho positivo das MPEs paulistas.
  • Na média geral, as micro e pequenas empresas cresceram 10,3%, no mesmo período. Por setores, o melhor desempenho foi o do setor de serviços com incremento de 16,2%, seguido pelo comércio com 7,2%.
  • No entanto, os resultados do mês de abril de 2012 representaram uma queda de faturamento da ordem de R$ 811 milhões para o universo das MPEs paulistas, quando comparado ao mês anterior, e um acréscimo de R$ 3,8 bilhões com relação a abril de 2011.
  • A pesquisa também mapeou a expectativa de faturamento dos empresários para os próximos seis meses, registrando um clima de estabilidade: 52% dos proprietários de micro e pequenas empresas esperam manutenção do faturamento, 33% acreditam no crescimento da receita; e apenas 5% das MPEs ouvidas acham que o desempenho deve piorar.

Página do Estado 24 de Junho

{module compartilhar}

Chapa ColaboRHação propõe renovação com continuidade

As inscrições para disputar as eleições para integrantes da diretoria executiva e dos Conselhos Deliberativo e Fiscal da ABRH-SP (triênio 2013-2015) continuam abertas até 6 de julho. Uma chapa, porém, já se inscreveu para participar do processo eleitoral. Trata-se da chapa ColaboRHação, constituída por membros da gestão atual e profissionais de Recursos Humanos que pela primeira vez disputam um cargo eletivo na Associação. 

A ColaboRHação tem como candidato a presidente Almiro dos Reis Neto, presidente da Franquality; como vice Donizetti Tadeu Moretti, executive senior da Interim Management; e como diretores Edna Rodrigues Bedani, diretora de RH e Responsabilidade Social da Edenred; Guilherme Cavalieri, diretor de Desenvolvimento Humano – América Latina da Serasa; João Marcelo Furlan, diretor executivo da Enora Leaders, que vai dirigir os trabalhos das Regionais; Lilian Guimarães, vice-presidente de RH do Santander; e Luciana Cortes Carvas, diretora executiva de RH da Hypermarcas.

Vice da gestão atual, Almiro dos Reis Neto fala da proposta de renovação com continuidade da chapa: “Temos três profissionais que já atuam na diretoria (eu, Donizetti e João) e quatro lideranças fortes na área de Recursos Humanos (Edna, Guilherme, Lilian e Luciana), nomes reconhecidos no mercado, que vão nos ajudar no trabalho”.

Entre os objetivos da chapa, o candidato a presidente destaca a participação na vida profissional dos executivos de RH em todas as etapas da carreira – no início, ao expandi-la ou quando ele necessitar de apoio –  e o suporte às ações do Corhale (Comitê RH de Apoio Legislativo), que promove o debate sobre as leis e as relações do trabalho para a melhoria do país.

A chapa também tem outras propostas, como: estar presente e atuante em todo o estado de São Paulo; facilitar a disseminação de conceitos e metodologias de gestão de Recursos Humanos; colaborar com os grupos informais de RH do estado; e ampliar a aproximação com os poderes públicos governamentais, com definição e posicionamento em temas de gestão de pessoas.

Almiro também ressalta o conceito democrático que tem marcado o processo sucessório da Associação nos últimos anos. “Agradecemos muito a gestão atual. Em nome da renovação, o presidente Wagner Brunini abriu mão da reeleição para que outros profissionais da área possam participar desse processo de crescimento e expansão da ABRH-SP, que hoje vive um momento positivo com dinheiro em caixa e evolução no número de associados.”

 

QUADRO

 

Participe do processo eleitoral

Ainda dá tempo de participar do processo eleitoral da ABRH-SP para ajudar a Associação a continuar crescendo. Até 6 de julho, os associados em dia com a anuidade podem constituir chapas a fim de concorrer à diretoria executiva ou se inscrever individualmente para as posições de conselheiros. Enquanto a diretoria executiva é responsável pela administração e gestão da entidade, o Conselho Deliberativo zela pelo cumprimento dos objetivos da Associação de acordo com os seus princípios e do Sistema Nacional ABRH. Já o Conselho Fiscal é o órgão fiscalizador das contas apresentadas pela diretoria executiva. As eleições, que acontecem via internet, estão programadas para o dia 9 de agosto.

 

Página do Estado 24 de Junho

 

{module compartilhar}

Inovações na gestão da saúde corporativa

Nesta terça, das 8 às 18 horas, acontece o primeiro evento deste ano da série de Encontros de Saúde Corporativa, promovida pela CPH Health, com o apoio da ABRH-SP, no auditório do Hospital Sírio Libanês, na capital paulista.

Um dos destaques da programação é a participação, como keynote speaker, de Paul Terry, CEO da StayWell Health, empresa líder em promoção de saúde nos Estados Unidos. Referência na área, Terry irá falar sobre as inovações na gestão da saúde corporativa e seus resultados. Os participantes do evento também poderão assistir a dois painéis com as melhores práticas na área, apresentadas por empresas como ArcelorMittal, Caterpillar, Vale, Fibria Celulose e Dow Química, entre outras.

 

Inscrições: www.cph.com.br/encontros2012

 {module compartilhar}

REGIONAIS: São Vicente terá evento sobre gestão de carreiras

A Regional Baixada Santista da ABRH-SP promove nesta sexta, dia 22, o I Encontro de Gestão de Pessoas. O evento, que terá como tema central A Gestão de Carreiras e o Desenvolvimento de Talentos, está programado para o período das 8h30 às 18 horas, no Sest/Senat de São Vicente (Praça Adalberto Panzan, 151, Cidade Náutica III).

Na programação, destaque para o painel sobre o progresso econômico e social do Brasil e a necessidade de pessoas qualificadas nas organizações, com a participação do engenheiro de petróleo sênior da Petrobras, Victor José de Saboya Oliveira, e para a magna de encerramento sobre o RH Educador, com o palestrante Tom Coelho.

 

Inscrições: regionalbaixadasantista@abrhsp.org.br ou (13) 3219-9484

 

{module compartilhar}

INDICADORES 17/06

  • A indústria brasileira reduziu consideravelmente o impacto de sua atividade no meio ambiente nos últimos 20 anos, desde a Eco-92. A informação, com dados, está em documento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgado na quinta passada, na Conferência Rio+20.

  • Segundo o documento, que alinha os avanços na conservação do meio ambiente de 16 setores, responsáveis por 90% do PIB industrial, a celulose e o papel produzidos no Brasil provêm integralmente de florestas plantadas, enquanto a indústria química reduziu em 47% suas emissões de CO² em dez anos. Além disso, 97,6% das embalagens de alumínio são recicladas no país, um dos mais altos índices do mundo.

  • Ainda: a geladeira fabricada atualmente no Brasil consome 60% menos energia do que há uma década e cada automóvel usa 30% menos água no processo de produção. A sardinha enlatada brasileira é certificada internacionalmente em critérios da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) para preservação da biodiversidade marinha.

  • De acordo com o documento, as usinas de açúcar e etanol são autossuficientes em energia, uma vez que utilizam o próprio bagaço da cana-de-açúcar para gerar energia para o seu funcionamento. Nos canaviais, os fertilizantes industrializados estão sendo substituídos por adubos minerais, o que contribui para a redução das emissões de gases do efeito estufa.

{module compartilhar}

Corhale: Segurança jurídica não significa só cumprir a lei

“Os problemas jurídico-trabalhistas não são essencialmente jurídicos, mas, sim, de gestão, principalmente de gestão de pessoas”, afirmou José Eduardo Gibello Pastore na palestra Segurança Jurídica nas Relações de Trabalho sob a Ótica do RH, realizada na quinta passada na ABRH-SP.

Assessor da Confederação Nacional da Indústria (CNI) na área de relações de trabalho e integrante do Corhale (Comitê RH de Apoio Legislativo), grupo criado pela ABRH-SP que promoveu a palestra, Pastore enfatizou que a segurança jurídica não é sinônimo de mero cumprimento da lei.

“Existem empresas que cumprem a lei, mas têm passivo trabalhista alto, porque não olham para seus funcionários e adotam posturas truculentas. Outras não cumprem a lei, mas têm passivo baixo, porque seus gestores estão no dia a dia da organização e mantêm uma política de portas abertas com seus colaboradores”, disse Pastore, que lembrou a importância do RH nesse processo. “O RH é quem faz o primeiro contato com a pessoa que tem um problema trabalhista.”

{module compartilhar}

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?