Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

CONGRESSO – Conceito de construção coletiva marcou o CONARH 2013

Mais de 100 palestrantes, 81 palestras, 3,5 mil congressistas, 120 expositores e aproximadamente 20 mil visitantes na Expo ABRH, reunidos durante 40 horas de evento, participaram da construção coletiva do 39º CONARH ABRH – Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas, realizado de segunda a quinta-feira da semana passada no Transamerica Expo Center, na capital paulista.

Promovido pela ABRH-Nacional, com a copromoção da ABRH-SP, o maior evento de gestão de pessoas da América Latina, que teve como tema central Reinventar a Gestão: Uma construção coletiva, se destacou neste ano pelo formato inovador, com os palestrantes fazendo suas apresentações em palcos dispostos como arenas, e pelas possibilidades de interatividade com o público proporcionadas ao longo dos seus quatro dias.

Responsável por dar as boas-vindas aos congressistas na abertura do evento, o presidente da ABRH-SP, Almiro dos Reis Neto, destacou o esforço gigantesco e monumental para fazer o CONARH, em especial o trabalho dos cerca de 40 voluntários que integram o comitê de criação do evento e se dedicam por meses para a sua organização.

“Há alguns anos, eu estava na plateia, no lugar de vocês, imaginando como fazer um CONARH melhor. Com o tempo fui me envolvendo na organização do congresso até chegar à presidência da ABRH-SP. Por isso, sei da importância da construção coletiva para fazer não só um congresso melhor, mas também para que tenhamos uma Associação e uma profissão melhores”, assinalou Reis Neto.

Ainda na abertura, a presidente da ABRH-Nacional, Leyla Nascimento, agradeceu ao presidente da ABRH-SP pela correalização do evento, lembrando que a entidade paulista não promove seu congresso estadual para abrigar todos os anos o evento nacional. Leyla citou as manifestações que têm acontecido no país para alertar as empresas para reinventarem a sua gestão, pois os modelos adotados hoje estão distantes da compreensão dos jovens.

 

As manifestações populares foram tema de uma das palestras de maior repercussão do congresso: a magna Brasil – O gigante acordou?, conduzida pelo ex-presidente da República e atual presidente da Fundação iFHC Fernando Henrique Cardoso. De acordo com o ex-presidente, o grande desafio agora é transformar os anseios da sociedade [expressos nas manifestações] em realidade cotidiana.

 

“Aparentemente sem liderança, chefes, partidos, organizações, igrejas, os brasileiros que foram às ruas só têm como ver suas reivindicações transformadas em realidade cotidiana por meio das instituições. É preciso que esses anseios afetem as instituições, e isso não é fácil. Não é simples ligar o que brota da coletividade com o modo de fazer das instituições”, afirmou. “O momento é rico e difícil. Ainda falta conexão entre o modo de tomar as decisões e o que as pessoas querem. Deliberação e representação ainda estão desconectadas”, completou.

 

A palestra de Fernando Henrique Cardoso teve como âncora Lilian Guimarães, vice-presidente Executiva de Recursos Humanos do Banco Santander e diretora da ABRH-SP. Lilian também apresentou a simultânea O RH saindo da operação, ao lado da superintendente Executiva de Recursos Humanos do Grupo Santander Viviane de Paula.

Outros dirigentes da entidade paulista integraram o elenco de palestrantes do congresso: Edna Bedani, diretora de Recursos Humanos e Responsabilidade Social da Ticket, participou do Labor ABRH sobre teletrabalho, que foi organizado pelo Corhale – Comitê RH de Apoio Legislativo, grupo ligado à ABRH-SP; já Guilherme Cavalieri, diretor de Desenvolvimento Humano para América Latina da Serasa Experian, foi o âncora da palestra Parceria CEO e RH na transformação da organização, que reuniu Pedro Parente e Andrea Marquez, respectivamente presidente e vice-presidente de RH da Bunge Brasil. Cavalieri também participou da simultânea As práticas que fazem a diferença nas empresas de alta performance.

 

Estande exclusivo

Como nos anos anteriores, a ABRH-SP recebeu o público do CONARH em um estande exclusivo na Expo ABRH. O espaço foi responsável por um dos momentos de maior agito da feira: a presença, no dia 20, da jornalista e empresária Ana Paula Padrão, que fotografou e conversou com os visitantes do estande. No dia seguinte, a Associação teve como convidado o consultor e palestrante, especializado em conflito de gerações, Sidnei Oliveira, que falou sobre seu mais recente livro: Profissões do Futuro – Você está no jogo?

O estande recebeu um grande número de visitantes: profissionais da área de RH e estudantes interessados em se associar à ABRH-SP, gratuitamente pelo período de um ano. “O espaço refletiu o empenho de toda diretoria e também dos dirigentes das Regionais. Todos focados no crescimento efetivo do número de associados”, avalia Edna Vasselo Goldoni, diretora comercial da Associação.

A ABRH-SP também aproveitou o CONARH para o lançamento do curso O que a sustentabilidade tem a ver com a gestão do RH? Iniciativa da ABRH-SP em parceria com o Sistema Nacional ABRH, o curso tem o apoio da Fundação Telefônica Vivo, do Instituto Nextel e do Banco Santander. Ao todo, serão 33 horas de carga horária com a duração de três meses e o início em setembro deste ano. As aulas acontecerão na sede da entidade paulista, às segundas-feiras, das 8 às 11 horas.

{module compartilhar}

Comentários

Deixe uma Resposta

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?