Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Ely Bisso fala de suas atribuições como novo diretor da ABRH-SP

ely_bisso_2016

CEO da Dorsey Rocha, Ely Bisso é o novo diretor nomeado da ABRH-SP. Ele vai cuidar da diretoria de Planejamento e Gestão, colaborando com sua experiência na formulação das estratégias da entidade. “O Ely já vinha atuando como facilitador das nossas reuniões de planejamento estratégico. O convite para que ele integrasse a equipe de gestores da ABRH-SP foi uma consequência desse trabalho. Sabemos que ele irá agregar muito valor à nossa gestão pela experiência acumulada como executivo de RH, coach e consultor de desenvolvimento organizacional”, destaca Theunis Marinho, presidente da ABRH-SP.

Graduado em Engenharia de Automação pela Unicamp e bacharel em Ciências Administrativas pela PUC-Campinas, Bisso tem MBA em RH pela FGV e é executive coaching pelo ICI – Integrated Coaching Institute. Executivo de empresas por 15 anos, na direção de RH da CPFL e do Banespa, atua como consultor de desenvolvimento organizacional e coach há mais de 25 anos. Na entrevista a seguir, ele fala mais sobre a sua relação com a ABRH-SP e o trabalho que irá desenvolver nos próximos dois anos.

GESTÃO DE PESSOAS – Por que aceitou o convite para integrar a diretoria executiva da ABRH-SP?

ELY BISSO – Aceitei o convite para fazer parte da diretoria porque acredito e acho importante e significativa a contribuição da ABRH-SP para promover o desenvolvimento dos profissionais de Recursos Humanos e das empresas em geral. É relevante ter uma Associação forte.

GP – Como começou o seu relacionamento com a entidade?

EB – Conheço a ABRH-SP há muito tempo, mas a maior aproximação aconteceu quando a Roberta [Nunes Barbosa, gerente de Regionais] nos convidou para ajudar na estratégia de reinstalação e desenvolvimento da Regional de Campinas. Na ocasião, fizemos com o grupo de Campinas um trabalho de planejamento estratégico. Hoje a Regional é muito atuante graças aos seus dirigentes que desenvolveram as ações.

GP – Quais são as atribuições da sua diretoria?

EB – Meu papel é atuar como facilitador do processo de planejamento e gestão da estratégia da Associação e de suas diretorias para que os objetivos possam ser alcançados.

GP – Como a ABRH-SP pode contribuir com o profissional de RH nesse momento de instabilidade pelo qual passa o país?

EB – Penso que a ABRH-SP pode contribuir de várias maneiras, mas creio que o mais importante seja ajudar os profissionais a pensarem a situação atual, olhando para o futuro e buscando manter as equipes das empresas preparadas para a retomada do processo de desenvolvimento, que certamente ocorrerá a partir do segundo semestre de 2017. Também ajudar a pensar qual poderá ser o impacto de uma possível reforma trabalhista e previdenciária na vida das pessoas e nos negócios. Enfim, colaborar para os profissionais de RH elaborarem o futuro, pois essa é a melhor forma de estar preparado.

 

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?