Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

INSTITUCIONAL: Grupo de Saúde Corporativa da ABRH-SP amplia os debates sobre a gestão da saúde

Muito embora o benefício saúde contribua bastante para o engajamento e a satisfação dos funcionários, sua sustentabilidade tem se tornado um desafio para as organizações em função dos custos, que crescem muito mais que a inflação e são considerados o segundo maior das empresas, somente atrás da folha de pagamento. A questão preocupa tanto os profissionais de Recursos Humanos, que levou a ABRH-SP a criar o Grupo de Saúde Corporativa com o tema Inovação na Estratégia de Gestão da Saúde.

Iniciativa da diretoria Comercial da Associação, liderada por Edna Vasselo Goldoni, o grupo reúne especialistas do mercado para compartilhar conhecimentos quanto à melhor gestão dos custos diretos e indiretos da saúde. Também tem como objetivo estimular a discussão e a troca de informações com os profissionais de RH, saúde, finanças, jurídico, entre outros, sobre as melhores práticas de gestão de saúde corporativa.

Realizada no último dia 24 na sede da ABRH-SP, a primeira reunião do grupo, contou com a participação de 42 empresas convidadas. “Nesse primeiro encontro discutimos temas como os custos diretos e indiretos da saúde, legislação e como debater as questões da saúde com o Financeiro das empresas. No final, pedimos um feedback para os convidados para definirmos os temas das duas próximas reuniões que faremos ainda neste ano”, detalha Ana Cláudia Pinto, membro do comitê técnico da ASAP (Aliança para a Saúde Populacional), diretora da Axismed e coordenadora técnica do grupo.

“No cenário econômico atual, em que os reajustes do benefício saúde são maiores que a inflação, temos de ter ferramentas e informações para influenciar as operadoras e consultorias de saúde para que haja reajustes menores. A função do grupo é criar essa rede, esse movimento em cadeia para conseguirmos boas negociações”, reflete Marcelo Macedo Rossi, gerente de Remuneração e Benefícios de uma multinacional, que atendeu ao convite para participar dos encontros. Para ele, o grupo inovou ao contar com profissionais de diferentes áreas, como médicos, advogados e responsáveis pelo Financeiro das empresas.

 “Fiquei muito satisfeita quando recebi o convite para integrar o grupo, porque o assunto é bastante apropriado e a abordagem da ABRH-SP é adequada ao propor o debate do benefício saúde sob diferentes aspectos: financeiro, jurídico e dos usuários”, diz Raquel Palma Lancha, gerente de Recursos Humanos do Magazine Luiza. Na avaliação dela, a ABRH-SP, como instituição representativa dos profissionais de RH, tem toda a competência para propor ações e discussões sobre o tema e todas as condições para conversar com as operadoras e a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) de forma linear.

A representatividade da ABRH-SP também é destacada pelo dr. Renato Barreiros, consultor em saúde e bem-estar: “A Associação tem um papel importante de congregar as empresas e os profissionais de RH para esses fóruns de discussão. O grupo propõe a troca de informações e o estudo de cases de sucesso de um tema que interessa às empresas não só pela questão do alto custo, mas também pela grande oportunidade de implantar programas de gestão de saúde com resultados significativos”.

Segundo Ana Cláudia, em breve o grupo promoverá um evento aberto para toda a comunidade de RH a fim de ampliar os debates sobre o tema gestão da saúde.

 

Fonte: O Estado de São Paulo de 4 de maio de 2014

{module compartilhar}

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?