Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

ESOCIAL

ESOCIAL: GUARDE ESSE NOME PORQUE ELE VAI SABER TUDO SOBRE VOCÊ

As suas informações sobre vínculos empregatícios, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio e informações sobre o FGTS estarão à disposição do governo, em tempo real!

Antes de se remexer na cadeira, esta é uma facilidade a mais: “o trabalhador poderá consultar a sua folha de pagamento, de casa, pelo portal do governo. Ele terá acesso às informações que garantirão o Fundo de Garantia, aposentadoria e pagamento correto de horas extras e dentro do prazo,” explica Gustavo Casarotto, diretor de produto e Inovação da Metadados, empresa de soluções para gestão de capital humano. 

O esocial vem sendo desenvolvido desde 2007 e pretende diminuir o número de informações redundantes ou divergentes, já que as empresas passarão a postar os dados dentro de um único grande arquivo. E os órgãos – INSS, Ministério do Trabalho, Receita Federal, Caixa Econômica e o Ministério da Previdência Social – buscarão nesse banco o que precisam. 

“O tempo dos amadores está diminuindo. As empresas serão obrigadas a se organizar em termos de relações de trabalho!”, declara Casarotto.

O empregador deverá cadastrar no sitewww.esocial.gov.br os dados – nome, data e local de nascimento, PIS e CPF – dos funcionários. Se houver divergência, ele mesmo irá corrigir. Atenção: isso inclui também os trabalhadores domésticos!

Entretanto, uma questão cultural se impõe para o sucesso do sistema, como aponta Casarotto: “Fora do RH, os demais líderes dão pouca importância para as tarefas administrativas da gestão de pessoas, que são deixadas de lado porque os gerentes estão preocupados com suas atividades principais!” Até então, a legislação – que não mudou – era seguida com muitos… “ajustes”. Um exemplo?  Quem volta das férias, antes de trabalhar, tem de fazer exame médico! Soa como novidade?

Casarotto conta que tem feito muitas palestras de conscientização e que as dúvidas eram tantas que a empresa decidiu disponibilizar em seu site vídeos, artigos e até mesmo inscrições para workshops gratuitos.

O cronograma de adesão começa com o ambiente de teste, em junho. Depois, as empresas que faturam mais do que R$ 78 milhões serão as primeiras a aderir ao sistema. Pequenas e médias ainda estão sem prazo definido, mas é bom acompanhar o andamento e tirar suas dúvidas, desde já.

 

Fonte: Folha de Alphaville

13 de fevereiro de 2015

 {MODULE COMPARTILHAR}

Comentários

Deixe uma Resposta

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?