Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Na expectativa

Entre protesto, crítica e obstrução, prevaleceu o bom senso e a Câmara dos Deputados aprovou, na madrugada do último dia 27, a proposta de reforma trabalhista, que tramita em caráter de urgência. Agora, é a vez de o Senado analisar e votar o projeto de lei (PL) 6787/2016 para que siga à sanção presidencial.

“Temos uma forte expectativa de que a reforma aproxime trabalhadores e empresas, diretamente ou por meio dos sindicatos, pois muitos itens poderão ser negociados através de acordo coletivo. Isso ajustará as condições de trabalho às possibilidades de cada empresa, trazendo mais segurança a quem está empregado. Mas esse processo deverá levar alguns meses, considerando-se que, se aprovado, o PL só entrará em vigor depois de 120 dias”, diz Wolnei Tadeu Ferreira, diretor Jurídico da ABRH-Brasil.

Na torcida por mais esse avanço, o CORHALE – Comitê RH de Apoio Legislativo, braço legislativo da ABRH no Brasil, destacará o tema em breve aqui, no Pessoas de ValoRH.

 

 

 

Fonte: O Estado de São Paulo, 4 de Maio de 2017

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?