Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Palestra gratuito esclarece dúvidas sobre planos de saúde coletivos

Escolher o melhor plano de saúde para a empresa é uma decisão estratégica importantíssima, já que esse benefício terá um impacto considerável na vida dos funcionários. O objetivo, no final das contas, sempre é encontrar a melhor relação custo-benefício: uma operadora que ofereça excelentes condições pelos preços mais atraentes. Entretanto, é preciso pensar muito antes de assinar o contrato, pois o barato pode sair caro e os problemas enfrentados pelos beneficiários dos chamados planos coletivos são muitos e a falta de qualidade nos serviços prestados tem gerado um alto número de reclamações.

Os principais problemas referem-se a negativas de cobertura, renovação de contrato e reajustes, descredenciamento de médicos e hospitais, recisão de contrato, cobertura para funcionários demitidos e aposentados, entre outros. De acordo com a advogada Renata Vilhena Silva, especialista em Direito à Saúde, há bastante litigiosidade na Justiça sobre esse tipo de plano, principalmente porque, atualmente, a oferta de contratos empresariais a grupos pequenos está criando os chamados “falsos contratos coletivos”. “Na verdade, são contratos familiares mascarados de empresariais e que deveriam ter reajustes controlados pela ANS. A oferta desse tipo de contrato tem aumentado vertiginosamente, por serem mais vantajosos para as operadoras de saúde, uma vez que elas podem aplicar os índices de reajuste sem o controle do órgão regulador e ainda podem cancelar o contrato quando quiserem, somente com aviso prévio de 30 dias, o que não é permitido para os contratos individuais/familiares”, afirma a especialista.

Pensando em esclarecer as dúvidas de empregados e empregadores, o escritório Vilhena Silva Advogados, especializado em Direito à Saúde, promove na próxima quinta-feira (13/06) uma palestra gratuita em São Paulo, com o objetivo de orientar beneficiários, empresários e profissionais de RH sobre os direitos que precisam ser exigidos, além de alertá-los para os abusos cometidos.

De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o número de reclamações de usuários de planos registradas no Brasil quintuplicou entre dezembro de 2002 e setembro de 2012. Segundo a ANS, o número de queixas passou de 16.415 para 75.916, o que representa um crescimento de 362%. O que torna o setor ainda mais preocupante é que, no mesmo período, o número de planos de saúde em atividade no Brasil caiu 36% (de 2.407 para 1.542), enquanto o número de beneficiários, que já era alto, ganhou aproximadamente 32 milhões de novos usuários. Cerca de 85% dos contratos no país são de planos de saúde coletivos com menos de 30 beneficiários.

Palestra “Consumidor x Planos de Saúde: Principais problemas dos planos empresariais”

Palestrantes: Advogados especializados em direito à saúde Renata Vilhena Silva e Rafael Robba

Local: ABRHSP – Associação Brasileira de Recursos Humanos – Av. Luis Carlos Berrini, 1297 – Conj. 92 – Cidade Monções – São Paulo

Horário: 19h

Data: 13 de junho, quinta-feira

 

Inscrições gratuitas pelo email vilhenasilva@vilhenasilva.com.br ou pelo (11)3526-1283

Vagas limitadas

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?