Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Vicky Bloch esclarece sobre coaching

Em função da discussão gerada nas redes sociais nos últimos dias, e com o objetivo de prestar um serviço de esclarecimento à população em geral, a ABRH-Brasil convidou Vicky Bloch, parceira da associação e uma das mais renomadas especialistas em coaching do mundo corporativo, para comentar, nesta edição do Pessoas de ValoRH, qual é o verdadeiro papel do coach:

“Na última semana, uma polêmica envolvendo o coaching ganhou destaque na mídia e entre as entidades ligadas a coaching e psicologia. Uma abordagem equivocada utilizada em uma novela da Rede Globo confunde conceitos e dá ao coach um papel que não é real, aumentando ainda mais a confusão que envolve o entendimento sobre essa ferramenta.

Como psicóloga de formação, especialista em coaching, coautora de um livro sobre coaching executivo e profissional da área há mais de 30 anos, fui convidada pela ABRH para esclarecer qual é o verdadeiro papel do coach.

Na trama da novela O Outro Lado do Paraíso, de Walcyr Carrasco, uma personagem que dá sinais de trauma psicológico relacionado a sexo é atendida por uma profissional que afirma ter feito ‘um curso de coach’ e que usa a hipnose para tratar da paciente.

Existe uma separação muito evidente entre a função do psicólogo e a do coach. O coaching não remete ao passado e muito menos envolve tratamento via hipnose. Pessoas com sofrimentos ou problemas mentais ou de caráter emocional devem procurar um psicólogo ou um psiquiatra, não um coach.

O coaching está ligado a futuro, não ao passado. É um processo de planejamento individual e autoconhecimento para que a pessoa possa atingir seus objetivos. A partir de uma metodologia, ele contribui para o desenvolvimento de novas competências, habilidades e comportamentos, trabalhando com o âmbito profissional do indivíduo e o seu desenvolvimento de carreira e liderança. Já o psicólogo/terapeuta atua em questões existenciais, em pontos que muitas vezes estão no inconsciente do ser humano e que podem ser trabalhados em favor deste.

Todo coach deve estudar os conceitos básicos de análise comportamental e ter experiência em lidar com esse tema, mas seu foco de atuação é completamente diferente.

A aplicação indiscriminada do termo coaching tem servido para confundir a população com respeito a esses papéis e dificulta o trabalho dos profissionais que atuam seriamente no ramo. Novelas possuem um amplo poder de penetração na população brasileira e, por isso, devem ter cuidado para não prestar um desserviço”.

Vicky Bloch possui mais de 40 anos de experiência profissional, tendo ocupado várias posições gerenciais e de diretoria na área de RH nos segmentos financeiro, de serviços e industrial. Fundou a DBM do Brasil, que gerenciou por 18 anos, acumulando a gestão da América Latina por 10. Na Vicky Bloch Associados, empresa de coaching, atua na orientação, no desenho de novos projetos profissionais e no desenvolvimento de competências com CEOs em momentos críticos de sua organização ou carreira. Apoia famílias empreendedoras em processos de transição, sucessão e educação de next generation. Também leciona no IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) sobre sucessão em empresas familiares.

Fonte: O Estado de São Paulo, 15 de Fevereiro de 2018.

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?