Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

ATENÇÃO PLENA: experimente o desafio

Já reparou como você chega ao fim de um dia de trabalho?

Pode até ser com a sensação de missão cumprida, afinal respondeu   todos os e-mails, fechou relatórios atrasados e ainda foi a todas as reuniões. Acelerou o ritmo e ganhou também uma dorzinha de cabeça, pontos de tensão pelo corpo, perdeu o almoço e, mesmo assim, queria ter rendido mais. A correria é tanta que a gente nem percebe que está respirando. “O estresse diário tira a nossa capacidade de pensar, inibe as ações, as tomadas de decisões e afeta as relações interpessoais”, explica Tiago Tatton, doutorando em Mindfulness pelo King’s College de Londres, que apresentou a técnica a gestores de Recursos Humanos, na sede da ABRH-SP.

 

Mindfulness parece, mas não é meditação. A busca é pela “Atenção Plena”. Muitos associam o Mindfulness à meditação dos monges budistas, mas “o método pode ser aplicado a qualquer pessoa que sofra de estresse, independentemente da cultura, crença ou religião” completa Tiago. “Como a prática do Mindfulness tem uma certa relação histórica com o budismo, prática em que a pessoa fica sentada na posição de lótus, a tendência é achar que é uma meditação. Mas não é nada disso. A gente pratica sentado numa cadeira ou em pé mesmo. É um momento para relaxar e sentir cada parte do corpo, sentir a respiração.”

O objetivo dos programas de Mindfulness é livrar o cérebro das ações condicionadas e ajudar a ter mais atenção naquilo que está fazendo e na forma como se relaciona com o trabalho e com as pessoas. É mais uma oportunidade que as empresas têm para promover qualidade de vida para colaboradores”?, ressalta. “A

prática, que se mostrou eficiente na redução de estresse e ansiedade, e na diminuição das dores crônicas, permite que as pessoas tenham mais consciência corporal. Se conhecer melhor faz diferença. A pessoa trabalha mais feliz e rende mais.”

 

Os programas de Mindfulness duram oito semanas. E Tiago acredita que na hora de implementar é interessante começar por gestores e supervisores para que multipliquem as técnicas e contribuam para o engajamento pelo exemplo.

 

Grandes empresas como Google, Facebook, LinkedIn e P&G têm seus programas de Mindfulness. O método também é utilizado no Parlamento Inglês e até pelos jogadores da Seleção Alemã de Futebol, que praticam desde 2006. Com certeza, os exercícios ajudaram o time a manter a tranquilidade durante os jogos da Copa do Mundo, de 2014, quando foram campeões. 

 

Quer dicas para começar a aplicar as práticas?

Mude seus hábitos: comece o dia cedo e com calma, aproveite o café da manhã sem olhar o celular. Dê uma caminhada e, durante, telefone só se for emergência. Pegue um caminho diferente para chegar ao trabalho e estacione em lugares diferentes. Ao chegar, cumprimente todos, olho no olho. Faça uma lista de coisas a fazer e prepare o dia, separando as tarefas por períodos. E deixe pausas de 5 a 10 minutos entre as horas para – respirar. Mantenha a porta do seu escritório aberta e escute os sons ao redor: agradáveis e não tão agradáveis. Converse com alguém com que não conversa faz tempo e descubra o que é importante para ele. O que essa pessoa valoriza? Ouça atentamente. Com a prática você vai descobrir outras atitudes que podem tornar o seu dia mais harmônico e verdadeiramente focado e produtivo.

O que sua empresa tem feito para melhorar o bem-estar? Conte para a gente: contato@mediapool.com.br

Fonte: Folha de Alphaville – 26 de Fevereiro de 2016

Comentários

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?