Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Estratégias para Aquisição e Retenção de Talentos

Desde 2011, participo do Grupo de Estudos Estratégias para Aquisição e Retenção de Talentos. Com tantas mudanças no mercado, concluímos que não poderíamos abordar o tema de forma restrita ou limitada. Atrair bons profissionais requer um olhar mais amplo a respeito dos processos da área de RH, o que exige da área de R&S uma atuação mais estratégica e próxima do negócio da empresa.

Sob esta ótica, o grupo passou a escolher temas mais diversificados, saindo do que, a princípio, era uma atuação ou visão muito operacional. Entender e buscar referências do contexto e cenário em que vivemos nos últimos anos têm sido a base para outros assuntos. Buscamos também estudar e trocar experiências sobre o que realmente é um “talento”, e, a partir disso, questionamos a importância da própria empresa ter clareza e definir, dentro de sua estrutura e peculiaridade, qual é o perfil de seu talento, o que pode mudar em um contexto ou segmento para outro e qual o percentual de talento que sua empresa precisa. 

Nesta linha de pensamento, temos estudado como a Cultura e o Clima Organizacional vigente numa organização poderá influenciar de maneira significativa na atração, retenção e, até mesmo, no engajamento dos profissionais. Com a facilidade de acessar as informações nos dias atuais, todo profissional busca informações a respeito do ambiente interno da empresa. Não basta ela ter um alto faturamento e grande expressão no mercado. Mais do que nunca, o ambiente de alto nível de aprendizado e valorização das pessoas esta entre as preferidas. 

E, diante de tal cenário, o grupo tem sempre a preocupação de validar as Técnicas para Atração de Talentos, bem como ferramentas para identificar os perfis e competências dos profissionais. A troca de experiência tem sido riquíssima. Nas discussões do grupo percebemos que um dos grandes aliados na retenção dos profissionais são as lideranças, uma vez que as pessoas e os profissionais não são mais os mesmos, as equipes têm outras necessidades e expectativas, e o mundo mudou.

 

Página ABRH-SP Campinas – 01 de dezembro

{module compartilhar}

Comentários

Deixe uma Resposta

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?