Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

FGV LANÇA FERRAMENTA PARA EMPREENDEDORES

A plataforma digital tem sete ambientes com temas diferentes. Um deles é empreendedorismo e inovação e oferece auxílio para quem pretende montar um novo negócio. Jovens recém-formados, profissionais que não encontram colocação no mercado, criativos com uma ideia nova, os perfis de quem busca abrir uma empresa se multiplicam diariamente. Mas, em um cenário que permite poucos erros, como fazer com que essa iniciativa encontre solidez? “A FGV é uma escola  de administração, economia e finanças, por isso, diante dessa procura, sentimos necessidade de apoiar ativamente essa parcela da população. Existem diversos cursos que dão informações muito básicas sobre o processo de abertura e de formatação do negócio. Nossa intenção é dar ferramentas que serão usadas em uma metodologia que conduz a formatação, do princípio até o contato com o empreendedor”, diz o professor Geraldo Falcão, responsável por esta área de plataforma.

Não precisa ser aluno da faculdade para poder participar.  “Queremos dar acesso a todos que precisem. Por isso, o valor é bem popular: R$ 25,00 por mês para profissionais liberais. Com isso, o empreendedor terá uma sessão de mentoring mensal com um dos consultores cadastrados e passará por sete etapas até estar realmente pronto para apresentar o projeto de forma consistente para possíveis patrocinadores. Aliás, os patrocinadores também estarão na plataforma e, antes de apresentar um ao outro, estudamos o potencial de sucesso dessa união para os dois. Queremos eliminar ao máximo os riscos, porque queremos colaborar para criar negócios viáveis”, resume o professor.

Em cada etapa, o empreendedor terá tarefas a cumprir, muitas delas jurídicas, diz Geraldo: “Não é uma simulação. Os estudos que são feitos  em cima de dados reais, para fundamentar o plano de negócios,que ajudamos a buscar e validar. Há tarefas, como o reconhecimento de patentes, que serão executadas de verdade para que se passe para a próxima fase. Acreditamos que demore cerca de seis meses entre apresentar a ideia e estar com ela realmente pronta para submeter a financiadores”.

O sistema apresenta ainda uma blindagem para que não haja exposição desnecessária dessa inovação. “Não podemos expor o participante. A plataforma foi construída para proteger essa ideia e manter a confidencialidade”, acrescenta. Cada usuário tem uma área em que só acessa seus arquivos e uma lista de tarefas e documentos de apoio disponibilizados pelo mentor. Nesse espaço, tem o chat, para se quiser conversar com outros membros da comunidade. Outro recurso é montar um blog pessoal, onde pode, por exemplo, reunir todas as publicações de referência em um só lugar. Há inclusive o software de atividade econômica, que, durante essa fase de formatação, é de uso gratuito. A plataforma está em fase de testes. Entra no ar nos próximos dias. Mais informações: http://www.thinktank-innovations.wiki.br

Fonte: Folha de Alphaville 

11 de Março de 2016

 

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?