Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Silvia Zwi – diretora de RH Estratégico da CPFL Energia

Conheci um executivo de RH que dizia: “para ser um profissional de Recursos Humanos, é preciso saber como as pessoas aprendem, e não como elas se sentem”. Essa colocação acabou determinando minha escolha na área de Educação da Unicamp. Meu primeiro emprego em RH foi na SABESP onde tive oportunidade de participar de projetos de desenvolvimento de lideranças de linha de frente e com programas de ética nas organizações, o que ampliou muito meus horizontes sobre o impacto das pessoas nas organizações. Atuei na NET-Paraná, na Renault  na área de desenvolvimento de pessoas, com as demandas críticas de recrutamento e treinamento em uma empresa em franca expansão. Foi um período intenso em uma dinâmica de projetos muito rigorosa. Descobri que a postura colaborativa e acolhedora é o primeiro passo para obter suporte. Mas foi na Editora Globo onde vivi minha primeira experiência de grandes volumes de desligamentos e seu impacto social. Aprendi que se contratam profissionais, mas se desligam pais – e mães – de família, e que critério e retidão nessa tomada de decisão são fatores indispensáveis. Minha vinda para a CPFL Energia teve um grande significado de aprendizagem – eu ainda não tinha trabalhado com gestão do clima organizacional, e esta foi a espinha dorsal do meu trabalho. Assumi a gerência de Desenvolvimento de Pessoas, e tratei de revisar, construir, implantar programas que dessem sustentação ao crescimento da organização, ao mesmo tempo em que elevassem o nível de engajamento das pessoas. Depois de experiências muito intensas pela International Paper e BP, retornei a CPFL Energia, há um ano, quando o grupo comemorava seu centenário, com a missão de liderar uma jornada de transformação do negócio.  Penso que essa trajetória não teria sido possível sem o apoio incondicional da minha família, e sem a competência e a motivação de todas as equipes com quem tive o privilégio de trabalhar. Esta é, sem dúvida, uma oportunidade de agradecer a todos!

 

Diretoria de Associados 

Giuliano Cavazzani e Márcio Brasil

 

Toda associação para ser bem estruturada precisa ouvir e se dedicar àqueles que dão suporte a ela, ou seja, os associados. A ABRH-SP Campinas reforça o time de sua diretoria de relações com associados, que já conta com Márcio Brasil, com a chegada de um novo integrante, Giuliano Cavazzani.

Pela frente, a diretoria tem o desafio de estreitar ainda mais a relação com todos os associados, trabalhando com foco na satisfação e criando novos serviços para esse público.

A dupla agora tem o desafio de aproximar ainda mais os associados da direção da ABRH-SP, além de buscar novos membros para a entidade. A diretoria conta com a diversidade de experiência profissional de seus membros para o êxito em seus objetivos. Giuliano Cavazzani tem a experiência de mais de 18 anos na área comercial atuando como gerente regional de vendas. Já Márcio Brasil acumula 40 anos de experiência na área de Recursos Humanos.

A ABRH-SP Campinas aposta na experiência de mercado desses profissionais para criar uma relação mais próxima e linear com seus atuais e futuros associados.

{module compartilhar}

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?