Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Amil investe em sistema integrado de Gestão de Saúde

Com o objetivo15-01 de acompanhar mais de perto a saúde de seus beneficiários, a Amil investiunoúltimo ano na reestruturação de seus programas de prevenção. O marco desse movimento foi o lançamento do Sistema de Gestão Vida de Saúde – modelo que organiza suas iniciativas por meio de uma linha de cuidados centrada em diferentes especialidades. Um software acompanha a evolução de cada beneficiário dentro dos programas, viabilizando cuidados personalizados. A tecnologia também ajuda a mapear a economia gerada pela prevençãoem cada um desses fluxos. Um dos pilares do sistema é a unidade de atendimento multidisciplinar Clube Vida de Saúde. Lançados em 2016, no Rio de Janeiro e em São Paulo, esses locais oferecem cuidado primário, por meio de equipes integradas por médicos de família, enfermeiros e agentes de saúde. Entre os 15 clubes, estão distribuídos diferentes programas de prevenção, voltados para cefaleia, alimentação saudável, emagrecimento, cuidado da dor, diabetes, combate ao tabagismo, anticoagulação, asma, correção postural, hipertensão, estomaterapia e planejamento familiar. Programas de suporte Outros cinco programas de suporte possuem foco em grupos específicos de pacientes e funcionam além dos clubes. Nas Unidades de Correção Postural (UCP), aqueles que sofrem de problemas na coluna são acompanhados por uma equipe de fisioterapeutas. O modelo também tem grande adesão das empresas-clientes da Amil, que desenvolvem a iniciativa no modelo in company. Outro programa extensível a corporações é o Mamãe e Criança, que oferece cursos para gestantes e suporte à mãe e ao bebê, inclusive telefônico, desde o nascimento até os 12 anos. Também integram a lista o Programa Bem Viver – de cuidado domiciliar a idosos indicados pelo sistema – e o Programa de Adesão ao Tratamento (PAT), em que os pacientes com doenças crônicas recebem a renovação da receita médica em domicílio. Tecnologia na saúde Para fazer a gestão de saúde a partir das informações de todo esse volume de atendimento, é usado um software de inteligência médica. Com esses dados, a operadora pode realizar estudos sobre doenças mais prevalentes na sua população, estatísticas de reincidência de internações e frequência de uso do plano, entre outros indicadores. “O principal uso da inteligência médica é medir, efetivamente, o retorno das iniciativas para a saúde do próprio paciente. Além disso, a ferramenta pode sinalizar a necessidade de aperfeiçoamento ou implementação de novos programas, gerando importantes indicadores assistenciais”, enfatiza Hans Dohmann, diretor de Gestão de Saúde da Amil. Ainda no contexto do sistema de gestão, outras ferramentas são de uso dos clientes. Por meio do PAQV (Programa Amil Qualidade de Vida), os beneficiários podem preencher um questionário on-line sobre seus hábitos de vida, que é utilizado para determinar o fator de risco para enfermidades específicas. Os clientes de um determinado conjunto de empresas de São Paulo também contam com o Ligue Saúde – linha direta com enfermeiras que orientam sobre bem-estar e qualidade de vida. “Todo esse movimento revela nosso compromisso com um novo modelo de atenção, contribuindo para uma mudança de paradigma na saúde suplementar: evitar a doença e acompanhar aqueles que já possuem enfermidades, principalmente crônicas, por meio do cuidado integrado”, finaliza Dohmann.

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?