Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Fórum CORHALE sobre relações trabalhistas

CORHALE promoveu fórum sobre os desafios e as incertezas nas relações de trabalho

 

Os países com mais leis que protegem os trabalhadores, segundo o Banco Mundial, a exemplo da Bolívia, Venezuela, Togo e Tanzânia, são aqueles que mais vêm sua mão de obra procurar oportunidades em outros países, como os Estados Unidos, onde quase não existem leis trabalhistas. Por que isso acontece? Na visão do jornalista e escritor Leandro Narloch, porque é um mito achar que leis desse tipo protegem o trabalhador.

Narloch foi um dos debatedores do fórum Desafios, Incertezas e Complexidades em nossas Relações Trabalhistas, promovido no CONARH 2015 pelo Corhale – Comitê RH de Apoio Legislativo, grupo mantido pela ABRH-SP com o apoio da ABRH Brasil. Segundo ele, não se vê nenhum movimento ou central sindical protestar em prol da produtividade nem defender propostas que estimulem a contratação de trabalhadores. “Se você está preocupado com o salário do trabalhador, você deveria estar preocupado com a produtividade”, enfatizou.

Sócio-proprietário da Nhanderú Serviços de Consultoria e profissional formado na área de Recursos Humanos, Marcelo Lomelino, o outro debatedor do evento, fez um alerta: “Nos últimos anos houve uma migração do tema das relações trabalhistas para outras áreas, como a Jurídica e a Administrativa, como se essas questões não fossem estratégicas o bastante para o RH. Principalmente para as gerações mais novas, é um tema que suja as mãos. No entanto, somos nós que vamos ter de atuar nessa realidade e procurar soluções no sistema vigente. Nós que vamos ter de discutir uma pauta imediata de redução de jornada e redução de salário, com a nossa habilidade de negociação. O nosso papel agora é entrar nesse jogo”.

O debate teve ainda as participações do coordenador do Corhale, Carlos Silva, e do diretor da CBPI Produtividade Institucional, Emerson Casali, como moderador, que lembrou que o custo do trabalho e a insegurança jurídica têm sido crescentes no Brasil.

 

Fonte: Jornal Estadão – 23/08/2015

Depoimentos

“A ABRH-SP atua como uma verdadeira usina geradora de inovações ao promover o compartilhamento de boas práticas de gestão e conceitos de RH entre os associados. Para nós da Sanofi, este trabalho é de enorme valor, pois nos ajuda a posicionar o RH de forma estratégica dentro da companhia.”
Pedro Pittella – Empresa SANOFIHead of Human Resources Sanofi Group Brazil
"Fazer parte da ABRH-SP está sendo muito bom, pois trouxe a oportunidade de acompanhar as novidades e trocar experiências com diversos executivos de RH, isto traz muito valor agregado"
Marcos Sousa - Empresa GOCILDiretor de RH e Jurídico na Gocil Segurança e Serviços
“Somos Associados ABRH-SP há um ano, as palestras que participamos na ABRH-SP tem nos ajudado a melhorar a gestão junto aos nossos colaboradores e entender que os mesmos são o centro para seguirmos em frente com a nossa companhia, temos muito carinho pela ABRH-SP, obrigado por tudo!”
João Paulo Lopes – Empresa MAZAGGerente de Recursos Humanos Agência Mazag

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?

WhatsApp Precisa de Ajuda? Fale Conosco!