Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Leyla Nascimento assume a secretaria geral da WFPMA

leila_nascimento Presidente durante duas gestões da ABRH-Brasil e atual presidente da Fidagh – Federación Interamericana de Asociaciones de Gestión Humana, Leyla Nascimento foi eleita na semana passada secretária geral da WFPMA – World Federation of People Management Associations. “É um grande momento não só para a Leyla, como também para toda a comunidade latino-americana de RH, especialmente para nós, brasileiros”, comenta o presidente da ABRH-SP Theunis Marinho. A seguir, Leyla fala sobre a importância dessa conquista. Atribuições do cargo A secretaria geral é similar a uma vice-presidência da WFPMA. Responderei pelos principais temas de suporte, como a área financeira, as mídias de comunicação e todo o relacionamento com as federações dos cinco continentes. Sem contar que serei a representante do presidente em suas ausências.” Importância para a ABRH e o RH do Brasil Primeiro preciso explicar que somente se chega a um cargo na federação mundial se o candidato foi ou é um presidente de uma federação continental. É esta que indica o candidato para representá-la na WFPMA, assim como os dois integrantes do board, que é composto pelos cargos de presidente, secretário geral, o presidente do período passado e mais 10 representantes das federações continentais (dois de cada uma). Como presidente da Fidagh, passei a integrar automaticamente o board e, ao abrir a candidatura, a Fidagh indicou o meu nome para o cargo de secretária geral, que foi aprovado pelo board. Para a ABRH é o reconhecimento do trabalho da nossa Associação e a sua representatividade em nosso continente pelos principais países que integram o board. Para a área de RH é o reconhecimento de que no Brasil somos profissionais de referência e que lidam muito bem com os desafios difíceis do nosso país, com qualidade e inovação. Temos experiências de sucesso que são multiplicadas em outros países por empresas que lidam com o Brasil, bem como pela própria ABRH.” Internacionalização da ABRH Não é possível uma Associação com a mobilização que tem no país e na América Latina não buscar relacionar-se com outras associações e federações. Somos uma aldeia global em um mundo complexo. Os desafios para RH se agigantam em todas as diferentes culturas. Temos muito a aprender, mas também a ensinar. Partimos eu e Elaine Saad, atual presidente da ABRH-Brasil, em 2011, ao encontro dessas associações, como também convidamos os principais líderes a conhecer o CONARH, que afirmo, com absoluta certeza, que no mundo não chegamos a cinco congressos de nossa área com o modelo, número de participantes e de conteúdo do nosso principal evento. Ousamos e acredito que ganhamos em escala na representatividade e no reconhecimento no Brasil e fora dele.” Significado para a carreira Algo que me acompanha em todas essas conquistas é ser a primeira mulher. A maioria dos cargos de liderança que assumi fui a primeira mulher a ocupar. Na federação mundial, que completa este ano seus quadragésimo aniversário, também sou a primeira mulher a ocupar este cargo. O brasileiro Sergio W. Hillesheim foi presidente da WFPMA, em 1980. Fico imensamente feliz pela ABRH, Fidagh e por todos aqueles profissionais brasileiros que abraçaram a causa de RH e que neste momento são reconhecidos por uma indicação como esta. Em minha carreira, creio que é a validação de uma trajetória profissional que abracei e de que muito me orgulha.

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?