Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Meios alternativos de resolução de conflitos trabalhistas

Submersa em ações judiciais, a Justiça do Trabalho brasileira recebeu, em 2018, 1.748.074 novos processos. Embora seja 24% inferior ao de 2017 – uma redução resultante da reforma trabalhista –, o número ainda é considerado altíssimo e coloca o país entre os que mais possuem demandas trabalhistas. 

É certo que a solução judicial seja imprescindível na resolução de muitos conflitos, entretanto, a Justiça do Trabalho continua a receber uma enxurrada de processos com pedidos que, pela sua simplicidade, poderiam ser facilmente resolvidos entre as partes.

Na visão dos integrantes do CORHALE – Comitê RH de Apoio Legislativo, braço legislativo da ABRH no país, numa era de virtualização da sociedade e de novos olhares para a resolução de controvérsias, trabalhadores e empresários já observam as vantagens de Métodos Alternativos de Solução de Conflitos (MASC) e da Justiça Restaurativa, baseados em princípios e valores que primam pela criatividade e sensibilidade do diálogo.

Esse é o tema do artigo de autoria da dra. Nadia Demoliner Lacerda, integrante do comitê, que pode ser conferido na íntegra no Radar CORHALE: www.corhale.org.br

Fonte: O Estado de São Paulo, 24 de Março de 2019. 

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?