Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Saúde dos executivos em xeque

Uma radiografia de profissionais que ocupam cargos vitais em grandes corporações e desempenham papel relevante para o desenvolvimento revelou que executivos e executivas enfrentam problemas e riscos de saúde. Segundo o levantamento, 48,73% dos entrevistados se assumiram como sedentários; 28,86% apresentam circunferência abdominal aumentada; e 33,76%, muito aumentada. Esses dados fazem parte da pesquisa em 16 mil check-ups, envolvendo homens (77,55%) e mulheres (22,45%) com idade média de 44 anos, sobre a saúde dos executivos de diferentes áreas, revelando importantes informações sobre seus hábitos. Eles agora compõem o “Relatório Integrado Check-Up de Executivos”, desenvolvido pela Bradesco Saúde. São pesquisas permanentes que alertam para a importância da prevenção e servem de estímulo para campanhas que podem salvar vidas muitas vezes por meio de ações e medidas muito simples. O sobrepeso e a obesidade, por exemplo, estão presentes na vida de 69,96% dos profissionais avaliados, o que pode comprometer, com o passar dos anos, a atividade plena desses profissionais. Esse resultado é decorrente, muitas vezes, da combinação de uma alimentação inadequada fora do ambiente familiar e associada ao sedentarismo, sendo um sinal de alerta que tem merecido atenção por meio de campanhas de prevenção em todo o mundo. Apenas 29,21% dos entrevistados têm peso normal proporcional à altura. Isso realça a importância de programas como o “Juntos Pela Saúde”, que atua na prevenção visando assegurar melhor qualidade de vida a todos. Esse programa é um bom exemplo da importância de pesquisas sobre os hábitos de homens e mulheres que, muitas vezes, nem sequer se dão conta de que ações simples e cotidianas podem assegurar qualidade de vida e uma longevidade ativa. Já a boa notícia revelada pela pesquisa é que houve queda do tabagismo entre os executivos. Nesse universo significativo de 16 mil profissionais, 7,69% se declaram fumantes. Resultado de campanhas permanentes que alertam para o risco e medidas que impedem o fumo em áreas fechadas de uso público, inclusive nas empresas. Outro dado positivo está no fato de apenas 4,4% enfrentarem o drama da diabetes, tornando-se alvo permanente de cuidados para evitar problemas que também comprometem o desempenho profissional. Esse importante fator de riscos está, na maioria dos casos, associado ao consumo excessivo de alimentos que contêm açúcar e que comprometem a circulação sanguínea. Os exames mais detalhados para a prevenção e o diagnóstico de câncer de próstata e de câncer de mama indicam que apenas 2,76% dos homens apresentaram hipertrofia prostática, enquanto nos exames de mamografia, 9,25% das mulheres apresentaram algum tipo de alteração. Essa radiografia comprova ainda a importância das campanhas que visam minimizar os riscos de saúde a que estão expostos os executivos de diferentes áreas. Prevenção não é apenas uma palavra: é um compromisso formalizado por um conjunto de ações práticas. A partir de resultados como esse, é possível agir. Executivos e executivas atuam sempre em ambientes de estresse intenso e podem encontrar nos exercícios físicos, mesmo numa simples caminhada diária, um momento importante de relaxamento muscular que atenua, sobretudo, a ansiedade, fator de risco elevado para a saúde física de homens e mulheres, principalmente daqueles que tomam importantes decisões. Ter homens e mulheres saudáveis comandando o destino dos negócios é, hoje, uma preocupação das empresas. Tanto que a maioria das corporações procura conhecer os hábitos e o comportamento dos diferentes perfis de executivos. Muitas vezes ações simples, como exames periódicos de próstata e mamografia, são vitais para afastar problemas graves que comprometem o futuro dos executivos e das empresas. São medidas que protegem o mais valioso dos bens, a vida.   -Por Flávio Bitter, diretor Técnico Operacional da Bradesco Saúde       Fonte: O Estado de São Paulo, 06 de Agosto de 2017  

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?