Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Tecnologia na gestão de gerações

Vivemos em uma época onde cinco gerações diferentes coexistem no ambiente corporativo: baby boomers, gerações X, Y e Z e a de nativos digitais, a Alfa. Diante desse cenário, o RH precisa se mostrar flexível na hora de administrar esse time geracional, cada um com suas peculiaridades.

Pensando por esse lado, visto que estamos vivendo na era de transformação digital, é válido colocar a tecnologia para agir e quebrar os paradigmas de atuação de qualquer geração. As inovações digitais moldaram o comportamento dos profissionais e cada grupo possui suas próprias estatísticas e necessidades além de níveis variados de interesse e aceitação às inovações tecnológicas.

Na medida em que a tecnologia avança, torna-se cada vez mais viável oferecer experiências personalizadas aos colaboradores de acordo com as suas necessidades individuais, interesses e comportamentos. As novas plataformas e ferramentas de Big Data e Inteligência Artificial, por exemplo, serão a base para implementar tais mudanças e proporcionar novas experiências.

Porém, não se trata apenas de tecnologia, tendo em vista que a maior parte das empresas ainda tem como política oferecer a mesma experiência para todos independentemente das necessidades específicas de cada colaborador. Essa prática tende a mudar rapidamente a fim de acompanhar as novas necessidades de um público jovem nascido na era digital, já que esta geração gosta de ter autonomia e de fazer suas próprias escolhas.

Cada vez mais esses jovens passarão a ocupar posições nas empresas fazendo com que se torne inevitável considerar suas necessidades individuais, novos comportamentos e crenças. Caso contrário, o poder de atratividade e de retenção de talentos será reduzido e as chances de sucesso da empresa nesse novo ambiente competitivo ficarão comprometidas. Na era digital, ser flexível e ágil torna-se fundamental para as empresas se manterem competitivas e atraentes.

Além disso, as pessoas estão se tornando cada vez mais conscientes do seu consumo e das suas opções. Um exemplo é o pacote de benefícios oferecidos pelas empresas que cada vez mais buscam conscientizar os colaboradores com relação aos custos envolvidos. Sendo assim, como a necessidade de cada indivíduo é diferente, parece óbvio permitir que o próprio colaborador faça a escolha do que deve conter seu pacote de benefícios. Dessa forma, a tecnologia pode ser utilizada para criarmos esta experiência “tailor made”, porém agora oferecida em escala.

Fonte: O Estado de São Paulo, 02 de Fevereiro de 2020.

Depoimentos

“A ABRH-SP atua como uma verdadeira usina geradora de inovações ao promover o compartilhamento de boas práticas de gestão e conceitos de RH entre os associados. Para nós da Sanofi, este trabalho é de enorme valor, pois nos ajuda a posicionar o RH de forma estratégica dentro da companhia.”
Pedro Pittella – Empresa SANOFIHead of Human Resources Sanofi Group Brazil
"Fazer parte da ABRH-SP está sendo muito bom, pois trouxe a oportunidade de acompanhar as novidades e trocar experiências com diversos executivos de RH, isto traz muito valor agregado"
Marcos Sousa - Empresa GOCILDiretor de RH e Jurídico na Gocil Segurança e Serviços
“Somos Associados ABRH-SP há um ano, as palestras que participamos na ABRH-SP tem nos ajudado a melhorar a gestão junto aos nossos colaboradores e entender que os mesmos são o centro para seguirmos em frente com a nossa companhia, temos muito carinho pela ABRH-SP, obrigado por tudo!”
João Paulo Lopes – Empresa MAZAGGerente de Recursos Humanos Agência Mazag

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?

WhatsApp Precisa de Ajuda? Fale Conosco!