ABRH-SP cria Grupo de Jovens Executivos de RH

Para ampliar seu relacionamento com os profissionais de Recursos Humanos de 25 a 35 anos que tenham foco em liderança, a ABRH-SP criou o Grupo de Jovens Executivos de RH. Os participantes têm se reunido na sede da Associação, mensalmente, para a troca de experiências e a discussão de temas que tragam uma visão inovadora aos conceitos de gestão de pessoas.

A ideia da ABRH-SP é que o novo grupo funcione em moldes parecidos aos do Grupo de Líderes de RH, voltado para profissionais de Recursos Humanos de segundo nível  com reporte direto ao diretor ou vice-presidente da área. Criado no final de 2013 e atualmente com 56 participantes, o grupo tem uma trajetória de sucesso crescente.

Três reuniões já foram realizadas na sede com a participação de jovens executivos convidados e dos diretores da Associação, Charles Lukower, Edna Bedani e Luiz Drouet, que apresentaram a entidade – suas ações, produtos e serviços, como eventos e Grupos de Estudos –, falaram da expectativa da ABRH-SP em relação ao grupo e da importância de perseverar para que a iniciativa dê certo.

A segunda e a terceira reunião contaram com a participação de especialistas convidados. Na segunda delas, Renato Amendola, head de Diversidade e Inclusão do Grupo Boticário, falou sobre o papel das empresas na questão da diversidade e das ações e do posicionamento do Boticário em relação ao tema, tanto para o público externo como para o interno.

Já a terceira reunião teve dois momentos. No primeiro, Marcia Cavadas, coordenadora do Grupo de Líderes de RH, falou do estatuto e funcionamento do grupo e dos desafios superados pelos seus integrantes ao longo dos seis anos de atividade. Em seguida, Luiz Felipe Massad, diretor de RH da Gympass na América Latina da Gympass, abordou o tema da saúde mental.

Massad compartilhou dados de pesquisas que apontam que o Brasil tem o maior índice de depressão da América Latina, que nove em cada dez brasileiros apresentam sintomas de ansiedade e que quase 50% deles ainda vão desenvolver algum grau de depressão. Apesar disso, segundo Massad, a saúde mental ainda é um tabu nas empresas. “Não temos provas de que as organizações estão fazendo mal para as pessoas, por isso a maior dificuldade é associar esses sintomas com o trabalho”, disse.

Acompanhe nesta página e nos demais canais de comunicação da ABRH-SP o desenvolvimento do Grupo de Jovens Executivos de RH.

Fonte: O Estado de São Paulo, 29 de Setembro de 2019.

Depoimentos

“A ABRH-SP atua como uma verdadeira usina geradora de inovações ao promover o compartilhamento de boas práticas de gestão e conceitos de RH entre os associados. Para nós da Sanofi, este trabalho é de enorme valor, pois nos ajuda a posicionar o RH de forma estratégica dentro da companhia.”
Pedro Pittella – Empresa SANOFIHead of Human Resources Sanofi Group Brazil
"Fazer parte da ABRH-SP está sendo muito bom, pois trouxe a oportunidade de acompanhar as novidades e trocar experiências com diversos executivos de RH, isto traz muito valor agregado"
Marcos Sousa - Empresa GOCILDiretor de RH e Jurídico na Gocil Segurança e Serviços
“Somos Associados ABRH-SP há um ano, as palestras que participamos na ABRH-SP tem nos ajudado a melhorar a gestão junto aos nossos colaboradores e entender que os mesmos são o centro para seguirmos em frente com a nossa companhia, temos muito carinho pela ABRH-SP, obrigado por tudo!”
João Paulo Lopes – Empresa MAZAGGerente de Recursos Humanos Agência Mazag

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?

WhatsApp Precisa de Ajuda? Fale Conosco!