Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Por que a “Aprendizagem Significativa” pode promover o engajamento?

Falar de “Aprendizagem Significativa”, neste momento em que temos que surpreender os colaboradores em sua jornada de aprendizagem, é inspirador.

Os primeiros estudos sobre a Aprendizagem Significativa surgiram a partir de 1963 pelo pesquisador norte-americano David Paul Ausubel e, em 1970, tornaram-se relevantes com as contribuições de Joseph Novak, que falavam de ativar o “cérebro” e o “coração” no processo de aprendizagem.

Para Ausubel, “aprender significativamente” é ampliar e reconfigurar ideias já existentes na estrutura mental. Com isso, a pessoa é capaz de relacionar e acessar novos conteúdos.

Dois princípios a norteiam: o “não-arbitrário”, ou seja, no processo de aprendizagem todos nós temos uma matriz ideacional e organizacional que ancora novos conhecimentos; e a “substantiva”, que significa que os novos conhecimentos se transformam em novas estruturas cognitivas e não se expressam literalmente da forma como são absorvidos, são renovados.

O aprendiz é protagonista porque são consideradas as suas experiências, mínimas ou não, e porque ele é capaz de produzir novos conteúdos que acabaram de ser assimilados. Ou seja, o conhecimento se torna duradouro.

Ausubel dizia: “Quanto mais sabemos, mais aprendemos”. Ele recomenda duas condições para que a aprendizagem significativa aconteça: 1) o conteúdo a ser ensinado deve ser potencialmente revelador; e 2) o estudante precisa estar disposto a relacionar o novo conteúdo de maneira consistente e não casual (deve fazer sentido).

Nesse aspecto, o papel do RH se torna ainda mais desafiador, pois trabalha a motivação dos colaboradores para o aprendizado e inova as formas de aprendizado dentro do ambiente corporativo.

Este artigo é dedicado ao João Marcos Varella e George Barbosa, facilitadores do Grupo de Estudos “Neurociência na Resiliência” e inspiradores do conhecimento.

Fonte: O Estado de São Paulo, 15 de Março de 2020.

Depoimentos

“A ABRH-SP atua como uma verdadeira usina geradora de inovações ao promover o compartilhamento de boas práticas de gestão e conceitos de RH entre os associados. Para nós da Sanofi, este trabalho é de enorme valor, pois nos ajuda a posicionar o RH de forma estratégica dentro da companhia.”
Pedro Pittella – Empresa SANOFIHead of Human Resources Sanofi Group Brazil
"Fazer parte da ABRH-SP está sendo muito bom, pois trouxe a oportunidade de acompanhar as novidades e trocar experiências com diversos executivos de RH, isto traz muito valor agregado"
Marcos Sousa - Empresa GOCILDiretor de RH e Jurídico na Gocil Segurança e Serviços
“Somos Associados ABRH-SP há um ano, as palestras que participamos na ABRH-SP tem nos ajudado a melhorar a gestão junto aos nossos colaboradores e entender que os mesmos são o centro para seguirmos em frente com a nossa companhia, temos muito carinho pela ABRH-SP, obrigado por tudo!”
João Paulo Lopes – Empresa MAZAGGerente de Recursos Humanos Agência Mazag

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?

WhatsApp Precisa de Ajuda? Fale Conosco!