Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Reflexões sobre a carreira no pós-pandemia

O atual cenário de distanciamento social em que vivemos tem mudado antigos comportamentos ao mesmo tempo em que outros estão sendo desenvolvidos. Rapidamente, foi preciso reinventar processos, atualizar estruturas de trabalho e adaptar atividades que não faziam parte da rotina profissional ou pessoal, buscando se conhecer e reconhecer em uma nova realidade, sem deixar de manter a qualidade das entregas. Agora, é importante olhar para o pós-pandemia. Quais os impactos da crise do novo coronavírus na vida profissional de cada um?

Para responder a essa questão, a ABRH-SP promoveu, em 18 de junho, o webinar Carreira no Pós-Pandemia, tendo como palestrantes dois dos maiores experts do Brasil no tema carreira: José Augusto Minarelli, diretor-presidente da Lens & Minarelli, e Vicky Bloch, sócia da consultoria Vicky Bloch Associados. Diretora de Comunicação da Associação, Claudia Meirelles foi a moderadora.

Ambos os palestrantes concordaram que vivemos em um momento de incertezas, no qual ninguém sabe exatamente o que vai acontecer. No entanto, a experiência de vida permite algumas afirmações. Afinal, como explicou Minarelli, o amanhã depende do hoje e o hoje é consequência do ontem.

“Se alguém está sofrendo muito, se está com medo do amanhã, se vai ter ou não trabalho, é porque deixou de cuidar da atualização, não aprendeu a usar a tecnologia, teve a mentalidade fechada para o que está acontecendo, não cuidou dos relacionamentos, não aprendeu marketing para uso pessoal, não ganhou dinheiro para quando não estivesse ganhando dinheiro. A pandemia vai passar e depois vão aparecer outras e tudo poderá se repetir se as pessoas não fizerem hoje e amanhã o que deixaram de fazer ontem. Que essa lição aprendida não seja esquecida”, enfatizou Minarelli.

Vicky compartilhou três reflexões sobre o momento atual. A primeira: para enfrentar o desconhecido, temos de encarar nossos fantasmas, medos e inseguranças, e identificar lá atrás na nossa história situações de crise já vividas e que tipo de recurso usamos para superá-las. Isso é fundamental para criar um projeto para a frente.

A segunda reflexão é entender que nada mais será feito sozinho. “Nenhuma empresa, país ou indivíduo fará nada se não compartilhar através de uma rede de sustentabilidade. Essa rede é que vai criar as condições para o “novo novo”, que não será igual ao antigo, mas pode ser enfrentando se você criar tais condições”, disse Vicky.

Por último, não dá para ficar parado se lamentando. É preciso se atualizar. Vicky destacou o papel da ABRH-SP, que tem promovido webinars gratuitos para a comunidade de Recursos Humanos sobre temas pertinentes para o momento atual.

Nesse contexto, algumas competências devem ser mais relevantes para a carreira no pós-pandemia:

  • Ter curiosidade, competência que faz o profissional ir atrás de formações inusitadas, que não estão no currículo normal da faculdade ou de um curso de especialização, mas ajudam a formar conexões para novos insights a respeito de novas atividades ou contribuições.
  • Praticar a escuta ativa para entender o que há de diferente com a empresa, o colega de trabalho ou subordinado. Essa escuta não é só o ouvir, mas ouvir com todos os sentidos.
  • Desaprender e reaprender.
  • E desenvolver a capacidade de negociar para estabelecer novos pactos. “Deixar claro o que está me incomodando, tanto dentro de casa como no trabalho, é uma nova modalidade de vida”, destacou Vicky.

Para ela, muito embora haja dificuldade de usar os referenciais anteriores – algumas pessoas dizem ser preciso esquecer um pouco como tudo era feito para fazer de outro jeito –, essas competências ajudam a navegar nesse cenário.

Minarelli, porém, afirmou que não é nem tudo o que foi feito antes não serve mais. “Tenho como lema que, na gestão de pessoas, gente se cuida como gente. Isso não muda. Os valores não mudam. Quem já se comportou dessa maneira tem instrumentos para enfrentar uma nova situação, seja ela qual for. É só se ajustar a todo momento. Não resistir às mudanças leva a uma adaptação, seja o cenário que vier.”

Desafios da liderança

As lideranças certamente também têm enfrentado muitos desafios nesse período. Numa situação de tão forte disrupção, disse Vicky, é fundamental que o líder dê estrutura para o grupo. Pode ser uma boa agenda e deixar o colaborador saber que ele não está sozinho, que tem espaço para falar e ser ouvido. “Vamos separar o joio do trigo na liderança. Aquelas capazes de conduzir grupos de um momento para outro serão mais visíveis. A organização está tendo conhecimento de pessoas que estão vindo lá de baixo com soluções que jamais teriam a chance de aparecer se não fosse esse momento. Essa é uma experiência nova para o líder.”

Ela também acredita que haverá mudanças na forma de trabalhar. “Algumas coisas talvez tenham de acontecer em determinados momentos do dia, mas isso não impedirá que em outros você seja mais flexível desde que faça entregas. Acho que vamos entrar na fase do vamos ver a entrega no lugar do quanto tempo você ficou trabalhando. O grande problema é que a legislação não acompanha tais mudanças.”

Medo da demissão

Outro tema abordado no webinar foi como as pessoas podem fazer nesse momento para não serem demitidas e, caso o sejam, como aumentar as oportunidades de trabalho. Minarelli recomendou seguir o lema de todo prestador de serviço: independentemente do que venha a acontecer, o dever do prestador de serviço é prestar serviço que tenha valor para ter prestígio, marca, idoneidade e confiança. “Nesse momento, tem de remar junto, ajudar a sair da crise e não ficar indiferente ou do contra.”

Agora, caso venha a ser demitido, o profissional deve aproveitar a demissão para fazer a grande mudança na carreira. A necessidade criada pela demissão é um bem que se faz a quem está acomodado. “Você é um profissional que está aí para resolver o problema dos outros”, aconselhou Minarelli. Ele fez questão de destacar que o que falta é emprego, não trabalho desde que este atenda a uma necessidade ou demanda.

Para assistir ao webinar na íntegra, acesse o canal da ABRH-SP no YouTube.

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRH-SP -  29 de Junho de 2020

Próximos eventos

  1. Webinar: “Onboarding do tradicional ao online e disruptivo”

    2 December 2020 - 17:00 às 18:00
  2. Confraria – ABRH-SP Regional Sorocaba

    3 December 2020 - 19:00 às 21:00

Depoimentos

“A ABRH-SP atua como uma verdadeira usina geradora de inovações ao promover o compartilhamento de boas práticas de gestão e conceitos de RH entre os associados. Para nós da Sanofi, este trabalho é de enorme valor, pois nos ajuda a posicionar o RH de forma estratégica dentro da companhia.”
Pedro Pittella – Empresa SANOFIHead of Human Resources Sanofi Group Brazil
"Fazer parte da ABRH-SP está sendo muito bom, pois trouxe a oportunidade de acompanhar as novidades e trocar experiências com diversos executivos de RH, isto traz muito valor agregado"
Marcos Sousa - Empresa GOCILDiretor de RH e Jurídico na Gocil Segurança e Serviços
“Somos Associados ABRH-SP há um ano, as palestras que participamos na ABRH-SP tem nos ajudado a melhorar a gestão junto aos nossos colaboradores e entender que os mesmos são o centro para seguirmos em frente com a nossa companhia, temos muito carinho pela ABRH-SP, obrigado por tudo!”
João Paulo Lopes – Empresa MAZAGGerente de Recursos Humanos Agência Mazag

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?

WhatsApp Precisa de Ajuda? Fale Conosco!