Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

NA SEDE – Liderança feminina e storytelling em debate nos eventos realizados na Associação

Carreira relâmpago, ou seja, o alcance de posições de comando ainda jovem, promoção de mudanças no perfil masculino, trabalho em empresas mais sensíveis à condição da mulher e introdução de um processo de resolução de problemas com mais qualidade são alguns dos aspectos característicos da liderança feminina que foram analisados pela palestrante Waleska Farias, autora do livro Líder Integral, no encontro do Grupo de Liderança Feminina, realizado na sede da ABRH-SP, na última quarta.

Para uma plateia composta também por homens, Waleska falou da multimarca mulher e das questões relacionadas a seus vários papéis: mãe, esposa, executiva e diva. Ela também tocou na polêmica das diferenças salariais: “A despeito da escolaridade, a desigualdade por sexo continua aumentando”. 

Já a contribuição do storytelling para estratégias de engajamentofoi o tema do debate realizado no último dia 11, também na sede. Promovido pelo Grupo Líderes de RH da ABRH-SP, o evento reuniu a gerente sênior de Comunicação e Public Affairs da GE, Viviane Mansi, e o consultor de comunicação Bruno Carramenha para conceituar e analisar o método. “O storytelling tem efeito inspirador, pois faz com que as pessoas interpretem a história a partir de sua experiência”, assinalou Viviane.

Segundo ela, as narrativas geram imagens mentais, identidade e confiança, e transmitem conhecimento tácito. “O importante é que a comunicação com os empregados reproduza e valorize as narrativas externas contadas na imprensa e nos canais proprietários”, alertou.

 

Página Semanal ABRH-SP – 22 de março

{module compartilhar}

Comentários

    Deixe uma Resposta

    QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?