Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Reflexões sobre coaching

O coaching veio pra ficar. Aqui, nos Grupos de Estudos da ABRH-SP, nos propomos a apresentar algumas das ideias desenvolvidas ao longo de oito meses de estudos sobre o tema.
Leia Mais

Como usar a metodologia OKR

Considerada um dos pilares de gestão de performance de empresas como Intel, Google, LinkedIn e Zynga, a metodologia OKR (Objectives and Key Results) foi tema do Ciclo de Palestras apresentado no último dia 11, na sede da ABRH-SP, pela vice-presidente de Professional Service da Qulture.Rocks, Renata Monteiro.
Leia Mais

Evento da Aon mostrará panorama de benefícios oferecidos pelas empresas no Brasil

O coaching veio pra ficar. Aqui, nos Grupos de Estudos da ABRH-SP, nos propomos a apresentar algumas das ideias desenvolvidas ao longo de oito meses de estudos sobre o tema.

A metodologia de coaching gera transformações e aperfeiçoamentos que auxiliam as pessoas a terem foco na potencialização de processos e resultados excelentes.

A palavra-chave é motivação para ação. O tempo perdido, os objetivos adiados, os relacionamentos estressantes, as metas esquecidas... Tudo isso será discutido entre coachee e coach, numa conversa assertiva e apoiadora para a mudança desejada.

Flexibilidade, predisposição e efetividade

O sucesso é construído por uma parceria que exige comprometimento com essas premissas. Ser flexível é se lançar a novas experiências, é abrir mão de velhos hábitos e crenças que condicionam nossos comportamentos. Ter vontade e estar predisposto a abraçar novos desafios é o combustível para essa transformação. Quando há bloqueios, autossabotagem, procrastinação, eles precisam ser encarados e superados para que efetivamente o cliente comemore seus melhores resultados em curto espaço de tempo.

Realizar metas em prazos “enxutos” é uma característica diferenciada e exigida no cenário atual. Queremos avançar logo, por isso o coaching tem evoluído tanto no âmbito pessoal quanto no profissional.

Nos trilhos da ciência e não da moda

Universidades como da Pensilvânia, Harvard, Cambridge, dentre outras ao redor do mundo, têm investido altas cifras para comprovar teorias, técnicas e ferramentas que aumentem a felicidade, a satisfação, a positividade e a realização nas suas várias dimensões. Tais estudos alicerçam a base de conhecimento para aplicação no coaching, aliados a outras correntes como Filosofia, Física Quântica, Neurociência, Psicologia Positiva, PNL, MBTI, DISC.

Obviamente, tudo o que é novo demora a ser assimilado de maneira correta e responsável. Esse movimento é atropelado pela ansiedade desmedida e antiética de alguns profissionais que, pela confusão conceitual e oportunista, difundem uma ideia errônea do que é o coaching.

Lição de casa para coaches

“Conheça-te a ti mesmo.” Esse pensamento nunca foi tão atual! O autoconhecimento é a base para melhorarmos os processos e resultados externos. Tudo começa no nosso íntimo para que tenha sustentabilidade no meio. O profissional coach deve manter suas questões internas, morais e éticas alinhadas e em constante ressignificação, sem julgar, conduzir, direcionar ou influenciar o seu cliente. A liberdade de escolha consciente e a aprendizagem contínua devem permear tanto o coach quanto o coachee.

Por Isabel C. Cruz, Silvia Martinelli e Solange Baladelli Cardoso (integrantes) e Sandra Tambara (facilitadora) do Grupo de Estudos de Coaching II, de Sorocaba

Grupos de Estudos em Alphaville

Por falar em Grupos de Estudos, a Regional Metropolitana Oeste da ABRH-SP abriu as inscrições para dois grupos noturnos sobre temas bem atuais: Educação Corporativa e Gamificação; e Futuro do Trabalho – Organizações 4.0.

Mensais, as reuniões vão acontecer de agosto a novembro, das 19 às 21 horas, no Wework Alphaville (Alameda Rio Negro, 1477). Vale lembrar que a atividade é restrita a associados da ABRH-SP.

Mais informações: https://bit.ly/32wiZry

VI Congresso Brasileiro de Liderança & Inovação – Um grande encontro para líderes de um novo brasil

O coaching veio pra ficar. Aqui, nos Grupos de Estudos da ABRH-SP, nos propomos a apresentar algumas das ideias desenvolvidas ao longo de oito meses de estudos sobre o tema.

A metodologia de coaching gera transformações e aperfeiçoamentos que auxiliam as pessoas a terem foco na potencialização de processos e resultados excelentes.

A palavra-chave é motivação para ação. O tempo perdido, os objetivos adiados, os relacionamentos estressantes, as metas esquecidas... Tudo isso será discutido entre coachee e coach, numa conversa assertiva e apoiadora para a mudança desejada.

Flexibilidade, predisposição e efetividade

O sucesso é construído por uma parceria que exige comprometimento com essas premissas. Ser flexível é se lançar a novas experiências, é abrir mão de velhos hábitos e crenças que condicionam nossos comportamentos. Ter vontade e estar predisposto a abraçar novos desafios é o combustível para essa transformação. Quando há bloqueios, autossabotagem, procrastinação, eles precisam ser encarados e superados para que efetivamente o cliente comemore seus melhores resultados em curto espaço de tempo.

Realizar metas em prazos “enxutos” é uma característica diferenciada e exigida no cenário atual. Queremos avançar logo, por isso o coaching tem evoluído tanto no âmbito pessoal quanto no profissional.

Nos trilhos da ciência e não da moda

Universidades como da Pensilvânia, Harvard, Cambridge, dentre outras ao redor do mundo, têm investido altas cifras para comprovar teorias, técnicas e ferramentas que aumentem a felicidade, a satisfação, a positividade e a realização nas suas várias dimensões. Tais estudos alicerçam a base de conhecimento para aplicação no coaching, aliados a outras correntes como Filosofia, Física Quântica, Neurociência, Psicologia Positiva, PNL, MBTI, DISC.

Obviamente, tudo o que é novo demora a ser assimilado de maneira correta e responsável. Esse movimento é atropelado pela ansiedade desmedida e antiética de alguns profissionais que, pela confusão conceitual e oportunista, difundem uma ideia errônea do que é o coaching.

Lição de casa para coaches

“Conheça-te a ti mesmo.” Esse pensamento nunca foi tão atual! O autoconhecimento é a base para melhorarmos os processos e resultados externos. Tudo começa no nosso íntimo para que tenha sustentabilidade no meio. O profissional coach deve manter suas questões internas, morais e éticas alinhadas e em constante ressignificação, sem julgar, conduzir, direcionar ou influenciar o seu cliente. A liberdade de escolha consciente e a aprendizagem contínua devem permear tanto o coach quanto o coachee.

Por Isabel C. Cruz, Silvia Martinelli e Solange Baladelli Cardoso (integrantes) e Sandra Tambara (facilitadora) do Grupo de Estudos de Coaching II, de Sorocaba

Grupos de Estudos em Alphaville

Por falar em Grupos de Estudos, a Regional Metropolitana Oeste da ABRH-SP abriu as inscrições para dois grupos noturnos sobre temas bem atuais: Educação Corporativa e Gamificação; e Futuro do Trabalho – Organizações 4.0.

Mensais, as reuniões vão acontecer de agosto a novembro, das 19 às 21 horas, no Wework Alphaville (Alameda Rio Negro, 1477). Vale lembrar que a atividade é restrita a associados da ABRH-SP.

Mais informações: https://bit.ly/32wiZry

Contratação às cegas ganha espaço nas agências

Há pouco mais de um ano, a Artplan lançou o Seleção às Cegas, programa de contratação em que suprime do currículo informações como nome, gênero, local de formação, idade e outras características pessoais dos candidatos. Para essa primeira triagem, a agência conta com a colaboração da plataforma Empregare que monta, de acordo com as necessidades da agência, um banco de talentos levando em consideração somente as experiências dos profissionais.
Leia Mais

Programa TRHansição de Carreira: oportunidade para os associados

A ABRH-SP acaba de reeditar o Programa TRHansição de Carreira, que teve sua primeira edição lançada em 2017. O objetivo do programa é oferecer gratuitamente aos associados da entidade paulista em transição de carreira serviços de apoio, como coaching e outplacement, desenvolvidos em parceria com líderes desses segmentos. Podem participar todos os associados que estiverem em dia com a anuidade.
Leia Mais

Fórum em Sorocaba abordará Saúde e Alimentação 4.0

A Regional Sorocaba promove nesta quinta a edição local do Fórum de Saúde ABRH-SP, com o tema Saúde e Alimentação 4.0. Gratuito para associados (não associados pagam R$ 100), o evento acontece, das 18h30 às 22 horas, no Sesc Sorocaba (Rua Barão de Piratininga, 555).
Leia Mais

Formação continuada em gestão de pessoas

Estão abertas as inscrições para mais uma edição do Ciclo Profissional de Formação Continuada em Gestão de Pessoas, promovido pela ABRH-SP Sorocaba. Voltado para jovens profissionais que atuam na área em organizações localizadas em Sorocaba e região, o ciclo se estenderá ao longo de cinco meses, em encontros quinzenais.
Leia Mais

Palestra sobre OKR e workshop sobre tomada de decisão

A sede da ABRH-SP, na capital paulista, terá uma programação cheia nos próximos dias. Na manhã desta quinta acontece a palestra “OKR: Como  empresas crescem usando a metodologia de metas do Vale do Silício”, com Renata Monteiro, vice-presidente de Professional Service da Qulture.Rocks.
Leia Mais

Quem é você enquanto dialoga?

É natural que ao pensarmos sobre diálogo tragamos à mente a interação com um outro. Contudo, ele brota dentro de cada indivíduo, em um movimento anterior à interação.
Leia Mais

ABRH-SP lança nova edição do Programa TRHansição de Carreira

Em maio deste ano houve a abertura de 32.140 novas vagas de trabalho com carteira assinada, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado em 27 de junho pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. O saldo positivo de maio foi resultado de 1.347.304 admissões e 1.315.164 desligamentos no país. Entretanto, ainda está longe de significar uma melhora representativa nos índices de desemprego, que afetam quase todos os setores e áreas, incluindo Recursos Humanos.
Leia Mais

Como as empresas crescem usando OKR

Adotada por várias empresas do Vale do Silício, a metodologia de metas e gestão OKR (Objectives and Key Results) tem como objetivo simplificar a forma de encarar os objetivos principais da organização. Como as empresas têm crescido usando essa metodologia será o tema da palestra que a ABRH-SP promove no próximo dia 11, com Denise Ditz, vice-presidente de Operações da Qulture.Rocks, software de gestão de desempenho empresarial.
Leia Mais

QUER OBTER CONTEÚDO DE QUALIDADE COM INFORMAÇÃO ATUAL?